Menu Lateral
 
Prados, 27 de Abril de 2017 :: 24 visitantes online.

Lixo doméstico: como descartá-lo corretamente

Publicado em 27/08/2015 00:00:00


 

Prados é um município antigo, com ruas estreitas e uma rede de drenagem antiga e comprometida pelo crescimento urbano. Por causa disso o Ribeiro Central exala mal cheiro, devido ao seu pequeno volume de água, que não é suficiente para mantê-lo limpo.

Uma prática errada que vemos constantemente na cidade são as pessoas varrendo a porta de suas casas e jogando o lixo que foi juntado no bueiro mais próximo. Outro problema também muito comum é o fato de pessoas que moram próximo aos córregos e ribeiros jogarem sacolas de lixo no curso d’água e também todo o entulho retirado de suas casas e quintais.

Sempre que a Prefeitura faz a limpeza dos ribeiros, além das sacolas de lixo e de resíduos de limpeza de quintal, são encontrados também objetos vários, como pneus, pedaços de móveis, garrafas PET em profusão, e muitos outros materiais descartados incorretamente.

O que estas pessoas não sabem é que com ações como estas elas mesmas e toda a comunidade é que estão sendo prejudicadas.

Os bueiros e as bocas de lobo são colocados nas ruas para permitir o escoamento da água nas vias públicas. Quando ocorre o acúmulo de lixo nessas vias, ou quando as pessoas jogam o lixo da varrição neles, o que acontece é o entupimento e com isso a proliferação de ratos, baratas e de vetores de muitas outras doenças.

A atitude correta do cidadão responsável é não jogar e nem permitir que se jogue lixo nas ruas, bueiros e em terrenos baldios. Os resíduos entopem os bueiros e ficam acumulados nos encanamentos de drenagem subterrânea, por onde deveria escoar a água das chuvas. Com isso vem os alagamentos e as enchentes.

Os materiais plásticos como garrafas PET e sacolas são os maiores vilões, pois levam anos para se decompor e criam uma barreira reduzindo o fluxo da água.

Da mesma forma não se deve descartar moveis, pneus, galhos de árvores ou entulho no leito dos córregos e rios. Além de poluir o ambiente e a decomposição do lixo contaminar os mananciais, eles reduzem a área do leito que dá vazão à água, com risco de transbordamento. E, também, provocando um grande desequilíbrio ecológico.

Já a queima de lixo, que infelizmente ainda é comum em muitas casas, contamina a atmosfera, o ar que respiramos, e provoca uma alta emissão de gás carbônico.

Por último, mas muito importante salientar, é o número de doenças causadas pelo lixo e pelos animais e vetores atraídos por ele como: doenças respiratórias, febre tifoide, cólera, diversas diarreias, disenteria, tracoma, leishmaniose e até a peste bubônica. As baratas, ratos, insetos e urubus, são considerados os mais perigosos para a transmissão das doenças citadas.

 

Problemas que o lixo pode causar:

  • Doenças: O lixo que vai para lixões a céu aberto, córregos e terrenos baldios produz bactérias e fungos. Também atrai baratas, ratos, moscas, mosquitos, etc... Estes animais podem transmitir doenças sérias, como as já citadas acima.
  • Chorume: É um líquido malcheiroso que o lixo acumulado produz quando vai se decompondo. O chorume é dez vezes mais poluente que o esgoto. Além de matéria orgânica apodrecida, ele tem substâncias químicas e metais muito tóxicos. O chorume contamina o lençol freático e quanto mais ele se espalha, mais ele vai poluindo.
  • Poluição do ar: O lixo, queimado ou não, produz gases que fazem mal à saúde dos seres vivos do planeta, como o gás metano e o gás sulfídrico. Esses gases poluem o ar e podem causar doenças respiratórias. O lixo queimado produz gás carbônico, que é tóxico se estiver em grandes quantidades.
  • Inundações: Garrafas PET, sacos plásticos e outros lixos são levados pelas águas numa chuva forte. Eles acabam entupindo bueiros e até impedindo os rios de correrem por seus leitos. Isso causa as grande inundações. A água suja das inundações e alagamentos estraga casas, mata animais domésticos e causa mais doenças na população.

O lixo realmente é um grande problema. Mas ele pode ser um problema um pouco menor se cada um fizer a sua parte. Vamos dar o bom exemplo fazendo a nossa parte com relação ao descarte correto do lixo.

Entregue o lixo doméstico em sacolas plásticas, nos dias e horários da rota do caminhão de lixo em sua rua.

Descarte os entulhos corretamente, nos locais adequados para isso.

Qualquer dúvida ligue para o Departamento Municipal de Agropecuária, Abastecimento e Meio Ambiente: 3353-6388 – Ramal 35.

Vamos fazer de Prados uma cidade melhor de se viver!

http://prados.mg.gov.br


Mais Notícias

(c) 2017 - Prefeitura Municipal de Prados
Endereço: Rua José Silva Filho, nº 11 Cep: 36.320-000 - Cidade: Prados / MG
Tel.: (32) 3353-6388 - Email: gabinete@prados.mg.gov.br
Horário de Funcionamento: 8:00 às 11:00h e de 13:00 às 17:00h
Versão: 2017.04.10
Alternar para Versão Mobile
Desenvolvido por: