Menu Lateral
 
Prados, 27 de Abril de 2017 :: 103 visitantes online.

No primeiro semestre Prefeitura investiu R$ 48.312,16 em remédios da Farmácia Básica que o Estado não está enviando ao Município

Publicado em 03/07/2014 00:00:00


 

Investimento total em medicamentos até junho chegou a R$ 94.462,48

No período de janeiro a junho de 2014 a Prefeitura de Prados investiu mais de 48 mil reais na compra de medicamentos da Farmácia Básica que o Governo do Estado não enviou para o Município. Com os medicamentos chamados de “alto custo, o investimento foi de R$ 46.150,32.

O problema do não envio de medicamentos pelo Estado não ocorre somente em Prados. Segundo a “Farmácia Revista” (Revista do Conselho Regional de Farmácia do Estado de Minas Gerais no. 40-março/abril 2014 – pag. 8), a situação está ocorrendo em todo o Estado. Na edição n0 40,  foi publicada a matéria “Distribuição de medicamentos ainda não foi regularizada”, cuja introdução traz o seguinte texto:

“Mesmo com as denúncias feitas pelo CRF/MG e a Associação dos Farmacêuticos da Rede Farmácia de Minas (Afarf), a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) ainda não conseguiu adotar providências concretas que pudessem regularizar a distribuição de medicamentos em Minas Gerais. Em reunião realizada no dia 14 de março, os representantes do Executivo Estadual se comprometeram a criar um cronograma que garantisse a entrega de todos os pedidos referentes ao primeiro trimestre até 30 de abril, mas a data não foi cumprida em vários municípios do Estado”.

Clique no linque abaixo e veja a matéria na página 8.

/Especifico_Cliente/18557538000167/Arquivos/files/Revista_Farmacia.pdf

A responsabilidade do Governo do Estado:

A compra de remédios da Farmácia Básica e feita de forma tripartite com recursos do Governo Federal 60%, Governo do Estado e Administração Municipal . Mensalmente o Governo Federal e a Prefeitura repassam os valores ao Governo do Estado, que também entra com uma parcela dos recursos e deveria fazer de forma regular a compra e a distribuição dos medicamentos para os municípios, o que não vem ocorrendo com regularidade desde 2013.

Situação em Prados:

O problema é grave em Prados, uma vez que já desde o início do ano passado o Governo do Estado está deixando de entregar ou atrasando a entrega de medicamentos da Farmácia Básica que são de extrema necessidade para a população.

Com isso, no ano passado e este ano, a Prefeitura está fazendo a compra com recursos próprios dos medicamentos que o Estado não entrega, e para isso retira verbas do Orçamento da Saúde que deveriam ser investidas em atendimento médico à população.

Distribuição de medicamentos fora da Farmácia Básica:

Além dos medicamentos da Farmácia Básica a Prefeitura investe também em remédios que estão fora da lista da Farmácia Básica. São os chamados de “alto custo”, que o Município não tem obrigação de fornecer. O principal critério para a distribuição destes medicamentos é o relatório médico apresentado pelo paciente, que recebe o remédio de acordo com a gravidade do caso.

Com o investimento feito nos medicamentos da Farmácia Básica que o Governo do Estado não está enviando, a Prefeitura está encontrando dificuldade orçamentária para adquirir os chamados remédios de “alto custo”.

Veja abaixo os recursos investidos pela Prefeitura em medicamento que o Governo do Estado deixa de enviar para Prados e o investimento em medicamentos de “alto custo”:

No ano de 2013:

Aquisição de medicamentos da Farmácia Básica que o Estado não enviou: R$ 13.800,00

Aquisição de medicamentos de “alto custo”: R$ 88.200,00

O investimento total em remédios, com recursos próprios em 2013 foi de R$ 102.000,00

Em 2013 a Farmácia Básica de Prados atendeu 10.203 pessoas, com a entrega de 1 milhão e 200 mil medicamentos.

De Janeiro a Junho de 2014:

Aquisição de medicamentos da Farmácia Básica que o Estado não enviou R$ 48.312,16

Aquisição de medicamentos de “alto custo”: R$ 46.150,32

O investimento total em remédios, com recursos próprios até junho de 2014 foi de R$ 94.462,48.

Em 2014, até o final do mês de maio, a Farmácia Básica de Prados atendeu 4.000 pessoas, com a entrega de aproximadamente 500 mil medicamentos.

Aquisição de medicamentos da Farmácia Básica até junho de 2014

Janeiro/2014: R$ 11.866,00

Fevereiro/2014: R$ 5.262,57

Março/2014: R$ 9.735,86

Abril/2014: R$ 8.885,04

Maio/2014: R$ 3.533,67

Junho/2014: R$ 9.029,02

Total: R$ 48.312,16

Média mensal: R$ 8.052,03

Aquisição de medicamentos de “alto custo” em 2014

Janeiro/2014: R$ 7.500,16

Fevereiro/2014: R$ 8.819,87

Março/2014: R$ 1.121,50

Abril/2014: R$ 4.481,61

Maio/2014: R$ 11.856,24

Junho/2014: R$ 12.370,94

Total: R$ 46.150,32

Média mensal: R$ 7.691,72

http://prados.mg.gov.br


Mais Notícias

(c) 2017 - Prefeitura Municipal de Prados
Endereço: Rua José Silva Filho, nº 11 Cep: 36.320-000 - Cidade: Prados / MG
Tel.: (32) 3353-6388 - Email: gabinete@prados.mg.gov.br
Horário de Funcionamento: 8:00 às 11:00h e de 13:00 às 17:00h
Versão: 2017.04.10
Alternar para Versão Mobile
Desenvolvido por: